Resenha: Caneta batom Corale da Quem disse, Berenice?

Oi gente!
Hoje vou falar sobre um produto que ganhei numa campanha do dia do beijo oferecida pela Quem Disse Berenice?.
Essa campanha acontece anualmente e da seguinte forma: você leva um batom antigo que tenha encostado em casa e a marca lhe dá um novinho em folha. Agora me diz, quem não quer reciclar algo e ainda ganhar um presentinho?  :)


Não basta fazer batons com cores incríveis, a Quem disse Berenice, mostra que está ligada na necessidade do mulheril ao idealizar embalagens práticas, arrojadas. A embalagem da caneta batom é retrátil - você deve girar a base para o batom sair.
O batom tem uma cor muito bonita, meio cintilante que complementa muito bem uma maquiagem leve nos olhos. Apesar de não ser muito fã de batons corais esse me agradou porque deu uma bela hidratada nos meus lábios. A composição é livre de parabenos e ela possui proteção UVB FPS 12.

Caneta batom corale nos lábios

A textura lembra aqueles balsamos hidratantes, sabe? Isso inclusive foi a única coisa da qual não gostei. A cor não fica muito destacada. Como todo batom super cremoso ele não dura muito tempo nos lábios. Se você é do tipo que curte batons mais concentrados, com textura sequinha, bem matte, ele não é recomendado para você.
Sabe o que é mais legal e pouco conhecido? A Quem Disse, Berenice? é uma das poucas marcas brasileiras que não testam em animais.


Já está à venda aqui no site e nas lojas físicas. O preço? R$29,90 



Me acompanhe também: Youtube | Instagram | Fan Page | Twitter

O que temos em comum com a modelo sudanesa Nykhor Paul?


Na última segunda-feira (6), uma voz questionou a indústria da moda e cosmética. Estou falando da modelo sudanesa, Nykhor Paul, que escreveu um texto no qual criticou a falta de preparo dos maquiadores profissionais com a pele negra. No texto publicado e curtido por mais de três mil pessoas em seu instagram, a modelo comenta o quanto é desagradável ter que carregar sua própria maquiagem para um trabalho porque os maquiadores não possuem produtos adequados para a sua cor de pele.


Essa situação pode parecer para os olhos mais distraídos comum mas a questão é muito semelhante ao descaso vivenciado por milhares de pessoas aqui no Brasil. Estranhamente não encontramos maquiagem, tampouco maquiadores, dermatologistas, esteticistas que saibam lidar com essa parcela da população.


Isso tudo ainda me fez lembrar de um vídeo de uma youtuber estilo maquia e fala, onde ela comentava com uma notória irritação a dificuldade de encontrar batons nude para a pele negra. Outra situação foi o desabafo da bailarina, Ivi Pizzott na rede social facebook. A bailarina pedia para os seguidores indicações de bases que combinassem com o seu tom de pele pois procurou nas grandes marcas e não encontrou.


A pergunta que faço é:

Até quando vamos ter que lidar com esse desgaste?


Siga também: Youtube | Instagram | Fan Page | Twitter
Follow my blog with Bloglovin

Big chop vs transição capilar: qual escolher?

Oi!
Hoje irei falar um pouco sobre dois processos pelos quais a maioria das crespas, cacheadas passam em busca do tão sonhado cabelo natural: o big chop (grande corte) e a transição capilar.

Suponho que uma parte de vocês já me conhece de outros carnavais quando eu ainda era a moemablog.com, uma época na qual usava meus fios alisados a muito tempo (Mais de dez anos!). Então imaginem que, quando resolvi voltar ao meu cabelo natural tive me deparar com o seguinte dilema: fazer logo meu big chop ou continuar a minha transição capilar.


Embarcar na aventura do cabelo natural pode ser assustador. Porque algumas mulheres sofrem por antecipação apenas com a ideia de cortar o cabelo. Sobretudo quando essas possuem cabelos longos e densos. O que não foi o meu caso sempre fui meio desapegada com o meu cabelo.