Cisne negro (2010)

domingo, fevereiro 06, 2011

 Assisti hoje e logo não vou perder a oportunidade de falar de um dos favoritos no Oscar deste ano. Vou adiantando que PODE CONTER SPOILERS. Por isso, em respeito a quem não curte coloquei um leia mais (read more) pra quem quiser ler o post completo.

 Não pude deixar de reparar a arte dos cartazes de divulgação, como ficou difícil escolher um resolvi mostrar os meus favoritos.



Sinopse
Beth MacIntyre (Winona Ryder), a primeira bailarina de uma companhia, está prestes a se aposentar. O posto fica com Nina (Natalie Portman), mas ela possui sérios problemas interiores, especialmente com sua mãe (Barbara Hershey). Pressionada por Thomas Leroy (Vincent Cassel), um exigente diretor artístico, ela passa a enxergar uma concorrência desleal vindo de suas colegas, em especial Lilly (Mila Kunis).adorocinema




Trailer








Praticamente todos os aspectos foram louváveis: A escolha do elenco, a trilha sonora, a direção, a fotografia. O filme mostra o quanto à perfeição pode ser perturbadora e problemática. De tão perfeita que a personagem Nina deseja ser, ela acaba enxergando as coisas de maneira distorcida.
Adianto que tudo é bem conturbado e as cenas nas quais Nina começa a mergulhar descobrindo o lado negro do cisne são salpicadas de erotismo.



Natalie Portman vive Nina tão melindrosa, intensa e estupidamente magra que seria uma boba se duvidasse dela. Ganhando ou não o Oscar já subiu no meu conceito. : )
Winona Ryder estava irreconhecível no papel da bailarina prestes a se aposentar Beth MacIntyre. A atriz Barbara Hershey que fez a mãe Nina estava muito bem também.


A trilha sonora cheia de composições de Tchaikovsky foi vital pra evolução do drama. Até a cena mais alegrinha tem uma boa dose de tensão. Seria muita pretensão dizer que é uma obra-prima, acredito que obra-prima depende do julgamento do espectador. Tem quem goste assim como quem achou o filme chatinho e não entendeu m* nenhuma. Eu gosto de filmes fortes (dramáticos ou não), então acho que valeu meu ingresso.

Definitivamente não vá ao cinema achando que é um conto de fadas da Disney (alguns blogs fazem parecer assim), o filme é denso, tem umas ceninhas politicamente incorretas.

Leia também

0 comentários