Karatê Kid (2010)

segunda-feira, setembro 13, 2010

 Já faz um tempo que frequento com uma certa assiduidade as salas de exibição e isso fez a ficha cair de uma vez por todas, antes tinha dito aqui que não curtia passar um tempo assistindo filme, hoje me assumo cinéfila. Fui vencida não pelo cansaço mas pelas tramas bem delineadas, bons elencos, direção, roteiro, fotografia, entre outras coisinhas técnicas. 
Enfim fui vencida pelo talento dessa gente que faz a magia do cinema acontecer...
Entre os últimos filmes vistos (E olha que não foram poucos) um dos que me chamou mais atenção foi essa nova versão de Karatê Kid.


Sinopse: Dre Parker (Jaden Smith) se mudou com a mãe (Taraji P. Henson) para Pequim, devido ao trabalho dela. Logo ao chegar ele se interessa por Meiying (Han Wenwen), uma garota que conhece praticando violino na praça. A aproximação deles provoca a irritação de Cheng (Zhenwei Wang), que lhe dá uma surra usando a técnica do kung fu. A partir de então a vida de Dre se torna um inferno, já que passa a ser perseguido na escola por Cheng e seus colegas. Um dia, ao escapar deles, Dre é auxiliado pelo sr. Han (Jackie Chan), o zelador de seu prédio, que é também um mestre de kung fu. Fonte: Adorocinema


 Fico imaginando a pressão que os produtores sofreram para conservar o sucesso e agradar tanto o pessoal da década de 80, quanto a galerinha que assim como eu acompanhava pela sessão da tarde (bons tempos aqueles). Apesar de um roteiro um tanto previsivel, quero destacar as boas atuações tanto do carismático Jaden Smith como do experiente Jackie Chan. Sabe o que mais admiro em ambos? A espantosa espontaneidade em cena!
Outro ponto que é importante ressaltar foi a abordagem da xenofobia e bullying, sendo que o último na minha opinião é um desafio a ser encarado pelos pedagogos. Fui vitima de bullying em quase todo o periodo escolar e sei que não é fácil lidar com essa situação sozinho. 

Além disso, o fato das filmagens serem feitas na China foi um verdadeiro presente para os espectadores no quesito fotografia tem belissimas paisagens; destaque para as cenas da muralha e dos monges na montanha. Que se contrapõe mostrando uma China antiga e ao mesmo tenpo moderna.

Trailer






Bem, pelo que vi os produtores souberam dosar bem os ingredientes para tornar essa nova versão um bom filme conservando o melhor dos anteriores: Uma lição bacana no final e a agradável lembrança de já vi isso antes (com algumas diferenças). #sessãodatardefeelings

Leia também

1 comentários

  1. eu adorei o filme!!! Muito bom, e o Jackie é mto fofo! *__*

    ResponderExcluir